Noticias

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Solicitação aos que apoiam o Sargento Ricardo
Companheiros e companheiras da Polícia e Bombeiro Militar, Funcionários Civis e Pensionistas que estão apoiando a Candidatura do Sargento Ricardo pra Deputado Estadual. 14.300. Divulguem sua campanha  com seus colegas de trabalho e familiares, adquiram o Jornal com sua História de Luta, seus Santinhos e coloquem adesivos perfurados em seus veículos.
Contatos para adquirir materiais: 81/ 97200143 - 88057555 - 87894459
A coordenação de campanha do Sargento Ricardo agradece.

sábado, 30 de agosto de 2014

Sargento Ricardo: sábado de visitas nos municípios do Litoral Norte



Sábado de sol é dia de colocar o “pé na estrada”. Itamaracá, Itapissuma, Igarassu, Abreu e Lima, Maranguape 2, Marinha Farinha, Janga e Jardim Atlântico foram as localidades visitadas pelo Sargento Ricardo e sua equipe durante todo o dia de hoje (30.08). Em cada grupamento, em cada posto de policiamento, núcleo ou batalhão, a tropa recebeu o Sargento Ricardo de braços abertos. 

As visitas começaram pelo 2° Grupamento de Incêndio – 2ª Seção, em Jardim Atlântico. Todos os antigões “fecharam” apoio ao Sargento Ricardo e fizeram questão de posar para as fotos. De lá, ele seguiu para o Núcleos do Janga, Maria Farinha, Maranguape 2  e Abreu e Lima. Passou por Itapissuma, visitou o posto e o núcleo de Itamaracá. 

Sargento Ricardo também fez questão de conversar com os policiais militares da Penitenciária Agrícola de Itamaracá e Penitenciária Barreto Campello. A boa notícia é que nas duas instituições prisionais, ele ainda conquistou o apoio dos Agentes Penitenciários.  

Na volta, já à noite, Sargento Ricardo conversou com os policiais do Cipoma e encerrou as atividades em Jardim Atlântico. Por onde passou, ele repassou informações de interesse da categoria, distribuiu material informativo, colocou adesivos nos carros e forneceu banners, faixas e outros materiais aos PMs que assumiram o papel de militantes da sua campanha.       

Pense numa tropa receptiva com o Sargento Ricardo 14.300

Sargento Ricardo: sábado de visitas nos municípios do Litoral Norte
Sábado de sol é dia de colocar o “pé na estrada”. Itamaracá, Itapissuma, Igarassu, Abreu e Lima, Maranguape 2, Marinha Farinha, Janga e Jardim Atlântico foram as localidades visitadas pelo Sargento Ricardo e sua equipe durante todo o dia de hoje (30.08). Em cada grupamento, em cada posto de policiamento, núcleo ou batalhão, a tropa recebeu o Sargento Ricardo de braços abertos.
As visitas começaram pelo 2° Grupamento de Incêndio – 2ª Seção, em Jardim Atlântico. Todos os antigões “fecharam” apoio ao Sargento Ricardo e fizeram questão de posar para as fotos. De lá, ele seguiu para o Núcleos do Janga, Maria Farinha, Maranguape 2 e Abreu e Lima. Passou por Itapissuma, visitou o posto e o núcleo de Itamaracá.
Sargento Ricardo também fez questão de conversar com os policiais militares da Penitenciária Agrícola de Itamaracá e Penitenciária Barreto Campello. A boa notícia é que nas duas instituições prisionais, ele ainda conquistou o apoio dos Agentes Penitenciários.
Na volta, já à noite, Sargento Ricardo conversou com os policiais do Cipoma e encerrou as atividades em Jardim Atlântico. Por onde passou, ele repassou informações de interesse da categoria, distribuiu material informativo, colocou adesivos nos carros e forneceu banners, faixas e outros materiais aos PMs que assumiram o papel de militantes da sua campanha.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 http://sargentoricardo.blogspot.com.br

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

DER, Choque, CMH e CPM: Sargento Ricardo dedica o dia à tropa

 
 
 
 
 
 
 
 
Mais um dia todo dedicado à tropa pernambucana. Logo cedo da manhã desta quarta-feira (27.08), o Sargento Ricardo foi ao DER (Departamento de Estrada de Rodagens), localizado na Cruz Cabugá. Ele conversou com os policiais militares do efetivo do BPRV que estavam naquela instituição. Compartilhou suas atividades, tirou dúvidas sobre assuntos de interesse dos PMs e distribuiu material informativo, mostrando sua história de lutas.

Em seguida, Sargento Ricardo e sua equipe foram para o Batalhão de Choque e, mais uma vez, a receptividade foi muito boa. De lá, eles foram para a praça do Hospital do Derby e fizeram um “corpo a corpo” com os policiais e bombeiros militares que transitavam naquela localidade. Aproveitou para colher mais informações sobre o CMH e suas carências, além de sugestões para melhorias estruturais.

Sargento Ricardo encerrou as atividades do dia no Colégio da Polícia Militar.Ele conversou com professores, monitores, oficiais da administração, pais de alunos e novamente distribuiu material informativo e falou sobre sua história de lutas pela tropa. 
 http://sargentoricardo.blogspot.com.br/

1° BPM está fechado com Sargento Ricardo





É 14. 300 na cabeça! A voz da tropa, Sargento Ricardo, voltou mais uma vez às suas origens. Ele encerrou as atividades dessa quinta-feira (28.08) no 1° Batalhão, no Janga, município de Paulista. Sargento Ricardo conversou com a tropa, distribuiu material informativo sobre a sua trajetória de lutas, aplicou novos adesivos em carros e tirou fotos. O 1° BPM está fechado com Sargento Ricardo, 14.300.

PCC PODE SER VOTADO DIA 02 TERÇA-FEIRA

Recife-PE, em 28 de agosto de 2014.
Amigas e Amigos,

Informamos que o Projeto de Lei nº. 2074/2014, o qual propõe em uma de suas pautas a destinação de um percentual de 50% das vagas do CFOA para os Subtenentes pelo princípio de Antiguidade;

Tal projeto será votado no dia 02/SET/2014 (terça-feira) às 09h30, momento em que CONVOCAMOS a todos os interessados a comparecerem na ALEPE, devidamente fardados, para fazermos ação de presença na galeria do plenário, objetivando a devida aprovação por parte dos nobres parlamentares.
CONTO COM A PARTICIPAÇÃO DE TODOS.
Contatos: (81) 88057555 (Oi);(81) 8885-5959 (Oi);

Ciclo Completo de Polícia


Polícia na rua. Com o Ciclo Completo de Polícia, os militares deixam de ficar presos nas delegacias e agilizam o tempo nas ocorrências de crimes de menor potencial ofensivo ou contravenções penais. Esse modelo desburocratiza a polícia civil, deixando-a para solucionar os crimes de maior complexidade.
Assista ao vídeo que separamos para você.

http://sargentoricardo.blogspot.com.br/

 

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Candidato propõe a extinção da polícia militar.

Décio Gomes defende o fim da Polícia Militar e da educação privada

Candidato prevê aplicação total do Plano Nacional de Educação no Amapá.
Pecebista foi o terceiro da série de entrevistas em programa de rádio.


John Pacheco
Do G1 AP

O candidato ao Governo do Amapá Décio Gomes (PCB) declarou em entrevista nesta quarta-feira (27) que pretende, caso eleito, reduzir ao máximo a mercantilização da educação, como a redução de escolas particulares, além de reformular a segurança pública extinguindo a Polícia Militar. A declaração foi dada ao programa de rádio Luiz Melo Entrevista, que realiza até o dia 2 de setembro, sabatinas com os sete candidatos ao Governo do Estado. O pecebista foi o terceiro da série.
“Pretendemos acabar essa mercantilização da educação, e no estado temos que fazer o caminho inverso do resto do país, pois no Amapá todas as grandes mentes de hoje estudaram em escola pública. Há alguns anos atrás o ensino público era de qualidade. Se a iniciativa privada quer manter um negócio na educação, pode manter, mas vamos investir muito para que não seja necessário o pai levar o filho para a escola particular”, respondeu Décio a uma pergunta sobre educação, acrescentando que pretende aplicar no estado todas as diretrizes do Plano Nacional de Educação.

Ao longo de 50 minutos de entrevista, o candidato respondeu a perguntas feitas pelos apresentadores do programa, ouvintes via telefone, além de internautas através das redes sociais. Durante a sabatina, esclareceu que todas as propostas para a gestão serão feitas em conjunto com a população, aplicando a política do socialismo.
Questionado por um dos jornalistas da bancada sobre investimentos em segurança pública, Décio respondeu que uma das prioridades é o fim da Polícia Militar, e com isso investir recursos nas atuações ostensivas. “Esse modelo [PM] está ultrapassado, e isso está provado em todo o Brasil nas milícias que vem matando pobres e negros, milícias essas que são compostas por policiais. Vamos criar uma nova polícia, mas não militar”, esclareceu o candidato.
Décio ainda respondeu sobre temas como cultura, transporte público, reforma agrária, educação e reformas sociais. Em várias respostas, alegou que não governará para um mercado capitalista, e que é possível aplicar um regime igualitário. Na quinta-feira (28), o entrevistado será o atual governador Camilo Capiberibe, candidato à reeleição,.

Projeto da PMPE sai de pauta da ALEPE

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Federação Nacional dos Oficiais das PMs entram com Ação Direta de Inconstitucionalidade ADI no Supremo Tribunal Federal questionando dispositivos da lei que deu poder de polícia as Guardas Municipais.

Dispositivos do Estatuto Geral das Guardas Municipais são questionados em ADI

A Federação Nacional de Entidades de Oficiais Estaduais (Feneme) ajuizou Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5156 no Supremo Tribunal Federal (STF), na qual contesta a recente Lei Federal 13.022, de 8 de agosto de 2014, que dispõe sobre o Estatuto Geral das Guardas Municipais. Na ação, a entidade sustenta que a União não tem competência para legislar sobre guardas municipais, uma vez que são órgãos facultativos a serem criados ou não pelos municípios, segundo o interesse local. A Feneme argumenta ainda que guarda municipal não pode atuar como polícia.
A lei questionada estabelece que as guardas municipais são instituições de caráter civil, uniformizadas e armadas, que têm a função de proteção municipal preventiva, ressalvadas as competências da União, dos Estados e do Distrito Federal. Entre os princípios mínimos de atuação das guardas municipais estão a proteção dos direitos humanos fundamentais, do exercício da cidadania e das liberdades públicas; a preservação da vida, redução do sofrimento e diminuição das perdas; o  patrulhamento preventivo; o compromisso com a evolução social da comunidade; e o uso progressivo da força.
Para a entidade que representa os militares estaduais, a lei transforma as guardas em polícias e em bombeiros, com funções de prevenção e a repressão imediata, além do atendimento de situações de emergência, em total afronta ao texto constitucional. “O art. 2º caput da Lei 13.022/2014 inovou em relação ao texto da Constituição Federal, pois alterou a natureza das guardas municipais, atribuindo a função do proteção municipal preventiva, numa total invasão da competência constitucional das policias militares, pois a elas cabe a proteção preventiva, por meio do atribuição de policia ostensiva, também chamada doutrinariamente de policia preventiva. Portanto, deve a expressão ser declarada inconstitucional, por afronta ao art. 144,§§ 5º e 8º, da Constituição Federal”, aponta a Feneme.
A entidade afirma que a segurança pública é de dever do Estado, sendo cinco as organizações policiais responsáveis pela segurança pública no Brasil: Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Ferroviária Federal (na esfera de competência da União) e Polícia Civil e a Polícia Militar (na esfera de atribuição dos Estados e do Distrito Federal). “A atuação das guardas municipais como polícia, sem fundamento constitucional, gera um risco jurídico no campo penal - caso as Autoridades, quer a Policial, o representante do Ministério Público e a Judiciária, entendam que os guardas municipais, ao agirem fora do mandamento constitucional, estão prevaricando de suas funções, ou estão agindo com abuso de poder, exercendo outras funções que não a sua”, defende a Feneme.
O relator da ADI é o ministro Gilmar Mendes.
VP/CR

Processos relacionados
ADI 5156

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

"Também tenho esposa e filhos. Também estou sendo perseguido e ameaçado de exclusão..."


Sgt. Ricardo14.300 Avoz daTropa na Assembleia Legislativa

ATENÇÃO, BOMBEIROS!

O Sargento Ricardo e os representantes da Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA – PE), Cabo Berto e Cabo Aquino, estiveram no Comando do Corpo de Bombeiros, na tarde desta quinta-feira (21.08), em reunião com o Cel. Cunha. Motivo: a promoção dos terceiros sargentos à segundos sargentos. A informação (e boa notícia) é de que, dentro de 12 dias, todos estarão sendo promovidos. Estamos no aguardo e acompanhando tudo de perto.

BATALHÃO DE RÁDIO PATRULHA:CULTO COM A UNEV E PRESENÇA DO SARGENTO RICARDO




Uma manhã abençoada. O Sargento Ricardo iniciou suas atividades nesta quinta-feira (21.08), participando do Culto da UNEV (União dos Evangélicos da Polícia Militar de Pernambuco), realizado no Batalhão de Rádio Patrulha, para marcar as comemorações do aniversário daquela unidade. Na ocasião, Sargento Ricardo conversou com a tropa, distribuiu materiais informativos e participou do Café da Manhã. Ele estava acompanhado dos representantes da Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA), Cabo Berto e Cabo Aquino.

SARGENTO RICARDO NA ROCAM




O Sargento Ricardo encerrou as atividades desta quinta-feira (21.08) com um momento especial: ele participou da Oração da Rocam (Rondas Ostensivas Com Apoio de Motocicleta da Policia Militar de Pernambuco). Antes disso, ele conversou com a tropa sobre a sua história de lutas e distribuiu materiais informativos. Os representantes da Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA), Cabo Berto e Cabo Aquino também estiveram presentes na ocasião. 

Para quem não conhece, a Oração da Rocam é realizada, diariamente, especialmente no final da tarde, quando os policiais militares se reúnem no pátio daquela unidade e, de mãos dadas, fazem uma breve avaliação do dia de trabalho e pedem a proteção Divina. Sem dúvidas é um momento de arrepiar e é uma honra para um representante da tropa ter a oportunidade de participar.

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Bronca: Após esta reportagem no PPAB este policial militar foi preso com 30 dias de prisão e transferido para o Sertão de Pernambuco


http://sargentoricardo.blogspot.com.br/

PMPE: VÁRIOS OFICIAIS VÃO PARA A RESERVA!

Nº 3815 - Promover ao Posto de Tenente Coronel PM, quando de sua transferência para a inatividade, o Major PM GIVALDO JOSÉ DOS SANTOS, matrícula nº 19433-6, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3816 - Promover ao Posto de Tenente Coronel PM, quando de sua transferência para a inatividade, a Major PM MARCELO RENATO DA SILVA, matrícula nº 19444-1, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3817 - Promover ao Posto de 1º Tenente PM, quando de sua transferência para a inatividade, o 2º Tenente PM VALDIR SABINO DOS SANTOS, matrícula nº 21116-8, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3818 - Promover ao Posto de 1º Tenente PM, quando de sua transferência para a inatividade, o 2º Tenente PM VALDIR TIBÚRCIO DA SILVA, matrícula nº 23668-3, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3819 - Promover ao Posto de 2º Tenente PM, quando de sua transferência para a inatividade, o Subtenente PM FRANCISCO 
GALDINO DOS SANTOS, matrícula nº 18582-5, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3820 - Promover ao Posto de 2º Tenente PM, quando de sua transferência para a inatividade, a Subtenente PM ROSIMERE TERTO RODRIGUES, matrícula nº 22284-4, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3821 - Promover ao Posto de Tenente Coronel PM, quando de sua transferência para a inatividade, o Major PM PAULO VLADEMIR DUARTE BEZERRA, matrícula nº 17888-8, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3822 - Promover ao Posto de 2º Tenente PM, quando de sua transferência para a inatividade, o Subtenente PM MOACIR BARBOSA DE LIMA, matrícula nº 19711-4, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3823 - Promover ao Posto de 2º Tenente PM, quando de sua transferência para a inatividade, o Subtenente PM MARCELINO JOSÉ DE OLIVEIRA, matrícula nº 20762-4, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3824 - Promover ao Posto de 2º Tenente PM, quando de sua transferência para a inatividade, o Subtenente PM EVERALDO 
TAUMATURGO DE AZEVEDO, matrícula nº 23880-5, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3825 - Promover ao Posto de Tenente Coronel PM, quando de sua transferência para a inatividade, o Major PM JOSÉ CARLOS 
FRANCISCO DE FRANÇA, matrícula nº 16833-5, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3826 - Promover ao Posto de Tenente Coronel PM, quando de sua transferência para a inatividade, o Major PM PAULO ESTEVAM VILELA, matrícula nº 16842-4, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3827 - Promover ao Posto de Tenente Coronel PM, quando de sua transferência para a inatividade, o Major PM WALDINILSON 
BARROS BARBOSA, matrícula nº 23939-9, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3828 - Promover ao Posto de Tenente Coronel PM, quando de sua transferência para a inatividade, a Major PM MARIA JOSÉ 
GALDINO GOMES, matrícula nº 22237-2, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3829 - Promover ao Posto de Major PM, quando de sua transferência para a inatividade, o Capitão PM ROBSON LUÍZ GARCIA, matrícula nº 18365-2, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3830 - Promover ao Posto de Major PM, quando de sua transferência para a inatividade, o Capitão PM CARLOS ALBERTO SANTOS DE GOES, matrícula nº 19438-7, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3831 - Promover ao Posto de Major PM, quando de sua transferência para a inatividade, o Capitão PM EMANUEL JORDÃO PEREIRA DA SILVA, matrícula nº 20758-6, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3832 - Promover ao Posto de Major PM, quando de sua transferência para a inatividade, o Capitão PM ROBERTO RAULISON DE OLIVEIRA, matrícula nº 21042-0, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3833 - Promover ao Posto de Major PM, quando de sua transferência para a inatividade, a Capitã PM SOLANGE PAZ DE HOLANDA CARVALHO, matrícula nº 22271-2, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3834 - Promover ao Posto de Major PM, quando de sua transferência para a inatividade, a Capitã PM MARIA DA PENHA PEREIRA MENDES DA SILVA, matrícula nº 980857-4, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3835 - Promover ao Posto de 2º Tenente PM, quando de sua transferência para a inatividade, o Subtenente PM CARLOS ALVES BERTINO, matrícula nº 20743-8, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3836 - Promover ao Posto de Tenente Coronel PM, quando de sua transferência para a inatividade, a Major PM ELIANE ALVES 
MACIEIRA CEZÁRIO DE OLIVEIRA, matrícula nº 22262-3, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3837 - Promover ao Posto de Capitão PM, quando de sua transferência para a inatividade, o 1º Tenente PM ARIVONALDO MEDEIROS DE CARVALHO, matrícula nº 26082-7, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Nº 3838 - Promover ao Posto de 2º Tenente PM, quando de sua transferência para a inatividade, o Subtenente PM JOSÉ LUIZ SOARES, matrícula nº 16575-1, nos termos do artigo 21 da Lei Complementar nº 59, de 05 de Julho de 2004.

Fonte: Diário Oficial de PE